Imagem capa - Coronavírus: Veja aqui como essa doença afeta as crianças por Essenziale Design Fotografia
CriançaBebê

Coronavírus: Veja aqui como essa doença afeta as crianças

A pandemia do novo coronavírus pôs em alerta pessoas de todas as idades, principalmente as que são ou convivem com idosos. Estatísticas mostram que todos estão sujeitos a contrair a doença, até mesmo as crianças.

Embora os casos entre indivíduos com idades inferiores a 5 anos sejam menos recorrentes, o fato é que muitos nessa faixa etária de idade já foram vitimados pela COVID-19.

Com o intuito de alertar aos nossos leitores sobre esse vírus, explicamos no presente artigo como a SARS-COV-2 pode afetar as crianças, e quais são os cuidados que estas devem ter durante a pandemia. Confira este artigo até o final e fique por dentro do assunto!


Boa leitura!


Imagem do site Megafrases


Crianças e gestantes podem contrair o novo coronavírus?



Sim, temos que reconhecer que estamos diante de uma doença nova, sobre a qual se sabe muito pouco.

No entanto, quanto aos casos envolvendo crianças, o que os números mostram é que dificilmente elas chegam ao estágio da síndrome respiratória aguda grave (SARS).

Isso significa que a taxa de mortalidade entre as crianças é também bastante inferior à verificada entre os adultos e idosos.

De fato, uma pesquisa publicada na revista científica Pediatrics mostrou que metade de 2135 chineses com menos de 18 anos desenvolveram apenas os sintomas mais leves da doença.

Por outro lado, a pesquisa também acendeu o sinal de alerta para os pais de bebês e crianças pequenas.

Isso porque esse estudo aponta que 11% dos casos graves foram de bebês, enquanto 7% se referiam a crianças com até 5 anos.

Já no caso das gestantes, os estudos indicam que elas não devem ser incluídas entre os grupos de risco, a não ser que apresentem comorbidades.

Para se ter uma ideia, no começo de março, quando a OMS (Organização Mundial da Saúde) contabilizava cerca de 100 mil casos de COVID-19, apenas 9 eram casos de grávidas com sintomas respiratórios de moderados a graves.



Como as crianças são afetadas pelo novo coronavírus?



Em geral, as crianças manifestam sintomas de leves a moderados, com tosse, febre e indisposição.

De fato, de acordo com o Ministério da Saúde, 94% das crianças desenvolvem apenas sintomas leves. Nesses casos, o vírus pode passar despercebido, sendo confundido com uma gripe.

Os dados do Ministério da Saúde revelam também que 25% delas não manifestam nenhum sintoma de COVID-19.

Ainda que esse dado possa trazer um grande alívio para os pais de crianças pequenas, o fato é que não há motivos para relaxar os cuidados com os pequenos.

Isso porque as crianças não somente podem ser infectadas, como podem ser vetores da doença, mesmo sendo assintomáticas.

Em outras palavras, elas podem transmitir a doença para toda a família, sendo um risco principalmente para idosos.



Os cuidados que crianças devem ter durante a pandemia



Embora as informações que apresentamos aqui sejam baseadas em observações científicas, o fato é que nenhuma delas é conclusiva.

Por isso, o mais indicado seguir as práticas de higiene e distanciamento social, preconizadas pela OMS.

Assim, embora os riscos para crianças sejam menores, estas não devem se abster de lavar bem as mãos com sabão ou usar álcool em gel, além de obedecer às medidas de isolamento social.



Prevenção: a melhor forma de lidar com o coronavírus!



Assim, podemos concluir que embora os riscos para crianças sejam menores, estas também devem adotar as medidas de prevenção contra a COVID-19. Isso porque as informações apuradas sobre essa doença até este momento ainda não são definitivas. Portanto, todo cuidado é pouco, mantenha seus familiares protegidos!



E ai caro leitor, gostou do artigo? Aproveite o espaço para comentários abaixo e compartilhe conosco a sua opinião sobre o assunto!